quinta-feira, 19 de março de 2009

Se...

Se o amor não existisse, faria com que ele nascesse;
Se o amor fosse pouco, ainda faria com que ele crescesse;
Se o amor fosse invisível, não tinha problema, mesmo assim saberia que ele estava ali em algum lugar;
Se o amor fosse preto, pintaria ele de azul, lilás, vermelho, verde, laranja, pra ficar mais bonito e resaisse muito além dos demais;
Mas se nenhuma dessas alternativas se encaixa só me resta.
Achar que meu coração não tem espaço suficiente para o amor que sinto, e que tenho que usar o resto do meu corpo para poder colocar cada pedacinho dele.


Marli Oliveira